Programação


No ano em que o Programa Nacional de Segurança do Paciente completa cinco anos de existência, nos vemos em busca de alcançar mais uma importante meta para aumentar a qualidade e a segurança na assistência à saúde: reduzir em 50% os danos graves e evitáveis relacionados à medicação nos próximos 5 anos. Alcançar essa meta central do 3º Desafio Global de Segurança do Paciente, estabelecida pela Organização Mundial da Saúde (OMS), exigirá todo o nosso envolvimento, capacidade técnica e colaborativa em busca de soluções concretas.

 

Para fomentar a discussão sobre estratégias para contemplar o Desafio Global, a Comissão Científica do VI Fórum Internacional sobre Segurança do Paciente – Erros de Medicação elaborou toda a programação científica baseada nos quatro Domínios de Trabalho estabelecidos pela OMS:

 

  1. PACIENTES: pacientes, familiares e cuidadores muitas vezes não possuem conhecimento sobre os medicamentos em uso, participando como receptores passivos dos medicamentos e não como agentes informados e capacitados para desempenhar seu papel e contribuir para tornar o uso de medicamentos mais seguro;

     

  2. MEDICAMENTOS: são produtos complexos e, muitas vezes, apresentam nomes ou embalagens com informações insuficientes e pouco claras. Segundo a OMS, devem ser priorizadas iniciativas de prevenção de erros envolvendo: agentes antimicrobianos; o cloreto de potássio e outros eletrólitos; a insulina; os opioides e outros sedativos; agentes antineoplásicos; heparina e outros anticoagulantes.

     

  3. PROFISSIONAIS DE SAÚDE: práticas inseguras resultam na prescrição e administração de medicamentos em circunstâncias que aumentam o risco de danos aos pacientes.

     

  4. SISTEMAS E PRÁTICAS DE MEDICAÇÃO: sistemas e processos de medicação são complexos e, muitas vezes, não funcionam adequadamente. Processos bem compreendidos e projetados podem diminuir o risco e evitar a ocorrência de danos.

     

Em cada um desses domínios, existem muitas falhas que favorecem a ocorrência de erros de medicação, devendo ser implementadas diversas estratégias para minimizá-las e tornar o cuidado mais seguro. Esperamos que, ao organizar a programação dessa forma, esses dois dias de Fórum possam contribuir para avançarmos na implementação de medidas para a prevenção de erros de medicação e nos aproximarmos a cada ano do cumprimento do 3º Desafio Global de Segurança do Paciente.

 

PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA PRELIMINAR (** palestrantes convidados a confirmar)

 

DATA

HORÁRIO

PROGRAMAÇÃO

DIA 1

03/08/2018

7h30 – 9h

Credenciamento

9h – 10h

ABERTURA

10h - 12h

APRESENTAÇÃO DO DESAFIO GLOBAL

Conferência Magna Elizabeth Manias (Deakin University – Melbourne/Austrália)**

Conferência Internacional Palestrante internacional (a confirmar)

12h – 14h

Intervalo

14h - 15h40

Painel: Estratégias de segurança do paciente no Brasil – O que já foi feito e o que ainda está por vir?

Moderadora: Carla Ulhoa André (CONASEMS)

  • Tema 1: Ações na Atenção Primária – Dra. Denise Bueno (UFRGS)

  • Tema 2: Ações na Indústria Farmacêutica - Representante do SINDUSFARMA **

  • Tema 3: Ações da ANVISA – Rosângela Benevides (ANVISA)

  • Tema 4: Ações do Programa Nacional de Segurança do Paciente / Secretaria de Assistência à Saúde/Ministério da Saúde

15h40 - 16h

Intervalo

16h - 18h

DOMÍNIO DO DESAFIO GLOBAL: PACIENTE

Mesa Redonda:O paciente como agente de sua segurança

Moderadora: Dra. Ana Elisa Bauer de Camargo Silva (UFG/ISMP Brasil)

  • Tema 1: Iniciativas de cuidado centrado no paciente – Dra. Cláudia Regina Laselva (Hospital Israelita Albert Einstein)

  • Tema 2: O erro na percepção do paciente e familiares -Sr. Francisco Cruz Lima

  • Tema 3: Comunicação de más notícias - Enfermeira Daniela Oliveira - Hospital Moinhos de Vento

18h – 19h

CONFERÊNCIA INTERNACIONAL

Eric Kastango(IQ clinic-Madison/Estados Unidos)



DATA

HORÁRIO

PROGRAMAÇÃO

DIA 2

04/08/2018

8h30 – 09h30

CONFERÊNCIA INTERNACIONAL

Elizabeth Manias (Deakin University – Melbourne/Austrália)

09h30 – 11h

DOMÍNIO DO DESAFIO GLOBAL: MEDICAMENTOS

Mesa Redonda: Medicamentos prioritários para o terceiro desafio global

Moderador: Dra. Lúcia de Araújo Costa Beisl Noblat

  • Tema 1: Uso seguro de opioides – Dra. Maelly Peçanha Favero Retto (INCA/HMMC/SBRAFH)

  • Tema 2: Uso seguro de anticoagulantes- Farmacêutico Fabio Ferracini – Hospital Albert Einstein

  • Tema 3: Uso seguro de eletrólitos - Farm Lívia Barbosa - Hospital Sírio Libanês

11h – 12h

CONFERÊNCIA INTERNACIONAL

Eric Kastango(IQ clinic-Madison/Estados Unidos)

12h – 14h

Intervalo

14:00 às 16:00

DOMÍNIOS DO DESAFIO GLOBAL: SISTEMAS E PRÁTICAS DE MEDICAÇÃO

Mesa Redonda: Segurança da medicação e situações de alto risco

Moderador: Simone Dalla Pozza Mahmud (Hospital de Clínicas de Porto Alegre)

  • Tema 1: Identificação e diferenciação de medicamentos – Ma. Tânia Azevedo Anacleto (ISMP Brasil)

  • Tema 2: Tecnologia no sistema de medicação – Ma. Marinei Campos Ricieri (Hospital Infantil Pequeno Príncipe)

  • Tema 3: Transição do cuidado- Farm Livia Barbosa - Hospital Sírio Libanês

  • Tema 4:Polifarmácia e outras situações de alto risco - Dra. Mariana M. Gonzaga do Nascimento (UFMG/ISMP Brasil)

16h – 16h20

Intervalo

16h20 – 18h20

DOMÍNIO DO DESAFIO GLOBAL: PROFISSIONAIS DE SAÚDE

Painel: Segurança da medicação, formação e atualização de profissionais de saúde

Moderador: Ma. Josélia Cintya Quintão Pena Frade (CFF)

  • Tema 1: Educação em segurança da medicação na medicina – Dra. Vera Lúcia Marra (FISERJ)

  • Tema 2: Educação em segurança da medicação na enfermagem – Dra. Elena Bohomol (UNIFESP/ISMP Brasil)

  • Tema 3: Educação em segurança da medicação na farmácia – Dr. Tarcísio José Palhano (CFF)

  • Tema 4: Educação permanente de profissionais em serviço acerca de segurança da medicação - Victor Grabois (ENSP/Proqualis/Icict/Fiocruz)

18h20 – 19h

Seção de Premiação e Encerramento

 

 


Informações

Entre em contato com a organização

Email

secretaria@ismp-brasil.org

Telefone

(31) 3016- 3613

Desenvolvido | HBA Tecnologia